sábado, 14 de março de 2020

COMO FAZER UMA MONOGRAFIA


Se você está prestes a se graduar e se apresenta muito incerto em relação à conclusão do Trabalho de Conclusão de curso, não se desespere: mostraremos como efetuar uma monografia em algumas etapas que tem a possibilidade de ajudar bastante com a desenvoltura do seu trabalho. Quando se encontra em jogo, esse assunto em geral provoca ansiedade suficiente.

Contudo não se acha motivo para espantar-se. Todos os seus anos de estudo, é natural, o capacitaram para desenvolver este artigo científico que inclui imensa investigação e programação.

Por mais chato que consistam em os detalhes, como as normas e os moldes que seu trabalho tem que adotar, o processo produtivo não tem a necessidade de ser um pesadelo. Preste atenção às seguintes indicações!

1. Eleja um tópico significativo

Você empregara muito tempo e esforço a este empreendimento. No entanto, é essencial que o conteúdo tratado realmente ative sua atenção. Já pensou em passar tempo pesquisando de forma profunda um trabalho que você abomina? Isso somente tornará o trabalho no mínimo mais doloroso.

Além de ser do seu agrado, o título ainda precisa ser significativo para a comunidade acadêmica. Ou seja, você precisa produzir alguma coisa inovadora. Isso significa alegar que sua pesquisa seja obrigada a ser sem precedentes por importância, mas é necessário, ao menos, apresentar novas interpretações para assuntos já estudados por outros.

Com isso, antes de bater no martelo sobre a temática, é importante analisar o que já foi ou está sendo elaborado nele. Além de impossibilitar que você defina uma abordagem que já foi pesquisado, isso do mesmo modo auxilia a descobrir se tem material disponível para servir como fonte de sua pesquisa.

O importante é lembrar ainda de que quanto mais peculiar for o seu tópico, maiores serão as possibilidades de triunfo no decurso do andamento de investigação.

2. Reflita cautelosamente ao escolher o conselheiro

O professor que o acompanhara na jornada do TCC pode converter o trabalho mais fácil ou mais aflitivo. No entanto, veja de maneira cuidadosa quem você estabelecera para orientar na seu Trabalho de Conclusão de Curso.

Selecione um professor com quem você possua uma certa empatia ou pelo menos contato harmonioso.

O mais significativo de tudo, é claro, é que o dicente trabalhe na área do tema que será realizado. Este tem que ser seu primeiro critério na escolha. Avalie do mesmo modo se o docente selecionado é um orientador livre para fazer observações útil e recomendar abordagens. Para formar isso, uma sugestão seria conversar com os alunos que já foram segmentados antes pelo orientador que você deseja escolher.

3. Capriche no pré-projeto

Um trabalho de conclusão de curso dessa extensão precisa de planejamento, e é no projeto de pré-pesquisa que você definirá sinais significativos, como o cronograma do estudo.

Para que seu tcc progrida, esse trabalho preliminar precisa ser antes aprovado por seu professor. Nesta fase, é o momento de limitar a questão problema da pesquisa e explicar por que é importante e merece ser estudado. Melhor dizendo, você já estará pensando na justificativa do tcc.

É do mesmo modo por meio do pré-projeto que você mostra aos avaliadores que sabem conduzir sua investigação, mostrando a metodologia escolhida e reunindo referências bibliográficas que alicerçarão seu projeto no futuro. É sua possibilidade de alegar que sua concepção é viável.

4. Pesquisa em profundidade

A formação teórica é uma das chaves de como fazer um trabalho de conclusão de curso. Portanto, é necessário analisar outros autores que possam produzir conhecimentos significativos para resolver o problema mostrado por você. É a partir dessa informação que você edifica seu fundamento.

Livros, teses, monografias, artigos, documentários, publicações e jornais tem a possibilidade de ser utilizados como fonte. Em plena época digital, um grande parceiro de pesquisa foi o Google Scholar. A ferramenta de busca possibilita encontrar revistas acadêmicas e trabalhos sobre qualquer questão, segundo as palavras-chave utilizadas.

Neste desenvolvimento de pesquisa, é relevante investigar a confiabilidade da fonte achada. Lembre-se da mesma forma de instruir-se com seu consultor. Ele consegue revelar lacunas e apontar obras que as preencherão, contribuindo com você a colocar a investigação no rumo certo.

5. Siga a estrutura do trabalho de conclusão de curso

Se apresenta no momento de redigir. Nesta etapa, é importante ter em mente que a monografia é um protótipo que já dispõe de uma estrutura determinada.

Na introdução, você abordará a delimitação do tópico, o problema e os objetivos gerais e específicos. O desenvolvimento já está demarcado em referencial teórico, no qual você apresentará um horizonte de como a questão está agora; metodologia, que esclarece os métodos aplicados e os procedimentos utilizados; e pesquisa / resultados, quando os dados colhidos por sua pesquisa são exibidos.

A conclusão é o grande término, no qual você tem que informar o leitor se os objetivos foram atingidos ou não e qual é a lição tirada dele. Tudo deve ser escrito de forma clara e direta, e a todo momento com base teórica. No fim, do mesmo modo é fundamental inserir referências bibliográficas.

Dependendo das características do seu trabalho, mais itens opcionais, como apêndices e glossários, tem a possibilidade de aparecer.

6. Preste atenção as regras da ABNT desde o princípio


Compor a primeira citação seguindo as regras da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas) pode impedir muita dor de cabeça ao reformular o trabalho. Com isso, já ajuste seu Word totalmente ajustado nos modelos, antes mesmo de dar início a digitação.

- Alguns requisitos de formatação são:
- não narre em primeira pessoa;
- inserir citações em língua estrangeira no formato itálico;
- utilize fonte Arial ou Times New Roman de tamanho 12;
- escolher parágrafos com espaçamento 1,5;
- justificar citações à direita, em itálico, com tamanho de fonte 10;
- use tamanho de papel A4;
- coloque numeração somente as folhas da introdução, além das anteriores.

O trabalho é o elo final do seu curso de graduação, a última possibilidade de comprovar seu pensamento. Um trabalho de conclusão de curso bem feito tem o poder de maravilhar a banca de avaliação (integrado por docentes com experiência), de trazer prestígio acadêmico e reverberar decisivamente na base profissional que se inicia a ser formada.

O tcc pode abrir muitas possibilidades, tanto no mercado de trabalho como na academia, o que pode ser uma diferença se você estiver interessado em dar continuidade seu aprendizado e se preparar para um mestrado.